O câncer de mama é o mais comum entre as mulheres e pode se manifestar de diversas formas. A detecção precoce é uma estratégia fundamental na luta contra o câncer de mama. Diversos fatores estão relacionados ao aumento do risco de desenvolver a doença, tais como: idade, histórico reprodutivo, fatores comportamentais e hereditários.

8

Idade: por causa do acúmulo de exposições ao longo da vida e das próprias alterações biológicas, mulheres mais velhas, sobretudo a partir dos 50 anos de idade, têm maior risco de desenvolver câncer de mama.

Histórico reprodutivo: menarca precoce (idade da primeira menstruação menor que 12 anos), menopausa tardia (após os 55 anos), primeira gravidez após os 30 anos ou nunca ter engravidado, uso de contraceptivos orais ou terapia de reposição hormonal pós-menopausa são considerados fatores de risco.

Fatores comportamentais: além do histórico reprodutivo, a ingestão de bebida alcoólica, sobrepeso, obesidade na pós-menopausa e o tabagismo causam aumento do risco de câncer de mama.

Fatores hereditários: mulheres que possuem casos de câncer de mama em parentes de primeiro grau, sobretudo em idade jovem, ou caso de câncer de ovário também em parentes cosanguíneos, podem ter predisposição genética e são consideradas de risco elevado para a doença.

O câncer de mama não tem uma causa única. Consulte regularmente o seu médico e faça sempre os exames preventivos.

Fonte: INCA (Instituto Nacional do Câncer)