Instituto Eurofarma reconhece a importância da educação complementar, por isso oferece cursos e oficinas, também aos professores, no contraturno escolar. As atividades são oferecidas aos alunos com idades entre 7 e 13 anos, matriculadas no Ensino Fundamental de escolas públicas em São Paulo e Itapevi.

Conheça algumas das iniciativas.

Matéria-Prima

As oficinas do programa Matéria-Prima abordam temas como arte, música, dança, informática, meio ambiente e cidadania. Os estudantes recebem, gratuitamente, alimentação (almoço e lanche), uniforme e transporte para as atividades culturais. Em São Paulo são atendidas 240 crianças e em Itapevi outras 120. Desde 2015, o programa conta com metodologia de avaliação como foco nos resultados das oficinas de português e matemática.

Em São Paulo, o Matéria-Prima estende-se por meio dos projetos “Agenda Aberta” e “Recreio nas Férias”. O primeiro é realizado as sextas-feiras, quando a Unidade é aberta à comunidade durante todo o ano letivo, e consiste na aplicação de oficinas pontuais e atividades lúdicas para classes inteiras de escolas da rede pública do entorno. O programa “Recreio nas Férias” aproveita o recesso e realiza atividades semelhantes nas escolas.

 


Ateliê-Escola

O programa é direcionado para estudantes do Ensino Fundamental de escolas públicas situadas na região de Santo Amaro, na capital paulista, e atende anualmente milhares de estudantes. Somente em 2015 foram 3.053 participantes. O programa busca melhorar a aprendizagem por meio do desenvolvimento da oralidade, escrita e raciocínio lógico.
A condução do programa é no modelo PPP – Parceria Público-Privada – pelo qual as oficinas são aplicadas nas próprias instituições de ensino parceiras, como parte da grade curricular, por educadores contratados pelo Instituto Eurofarma, em conjunto com os docentes dessas escolas.

Matéria-Prima Capacitação

Oferece oficinas sobre contação de histórias aos professores da rede municipal de Itapevi (SP).

Em 2015, o programa com oficinas e cursos livres para contar histórias atendeu 166 professores da rede municipal de ensino de Itapevi. Os profissionais utilizam os conhecimentos adquiridos ou aprimorados em suas práticas pedagógicas, replicando a metodologia nas escolas em que atuam.