Depois de dois dias de treinos livres no autódromo de Curvelo, Minas Gerais, equipes e pilotos começam a se familiarizar com o novo circuito mineiro. O grande desafio é encontrar o melhor acerto para os carros no menor tempo possível e conhecer a pista que será cenário da penúltima etapa da temporada 2016 da Stock Car. “Cada piloto tem um estilo de guiar e é preciso encontrar o setup ideal para esta pista, e isso é muito individual”, diz Ricardo Maurício.

Para a equipe Eurofarma-RC, apesar do carro se mostrar bastante competitivo, o acerto do treino classificatório ainda não é o final. “O carro está bom, rápido, mas precisamos baixar esse tempo para termos melhores chances na corrida”, diz o chefe de equipe Rosinei Campos. O piloto Ricardo Maurício conquistou uma vaga na quinta-fila, na décima posição, mas vai largar em último para cumprir determinação da Confederação Brasileira de Automobilismo acerca do choque entre o piloto e Marcos Gomes na Corrida do Milhão. “Tentamos mostrar que ambos assumimos o risco do toque, mas eles entenderam de outra forma, não há problema, vamos cumprir a punição conforme foi determinado, acho que a corrida é longa e muitas coisas podem mudar durante esse tempo”, diz Ricardo.  Já Max Wilson vai largar em décimo segundo lugar. “É uma pista diferente, com muitas curvas, aliás, é a única sem uma reta oposta, mas, nosso trabalho é esse e vamos buscar os resultados”, diz ele.

As curvas citadas pelo piloto da Eurofarma-RC, não chamam atenção apenas pelos números, são 17 no total, mas também pelos nomes com que foram batizadas. “Temos o “S” da Cabeça, Curva da Orelha, Pequizeiro, Anzol, Cauda da Onça, Três Raios, Gêmeas, Boomerang e Cotovelo, só para citar alguns”, diz ele. A reta leva o nome de “Adeus Mamãe, por causa dos 800 metros de extensão.

O Circuito dos Cristais entrou definitivamente para a história do automobilismo nacional ao receber a Stock Car. A pequena cidade localizada a 170 quilômetros da capital mineira, é cercada por belezas naturais e reservas de minérios como Ardósia, Cristais e Quartzo. O circuito fica na área rural da cidade e ainda deve receber mudanças após o término da etapa. “É louvável uma construção como essa e principalmente, o fato de termos um autódromo em Minas Gerais, mas, claro que ainda há alguns pontos de melhoria que certamente serão considerados para o próximo ano”, diz Rosinei Campos. O traçado tem 4.420 metros e um desnível de 30 metros entre o ponto mais alto e o mais baixo da pista, o que ocasiona uma sucessão de subidas e descidas ao longo das voltas.

A primeira corrida da Stock Car no Circuito dos Cristais está marcada para amanhã, 20 de novembro, às 13 horas e a segunda prova às 14h10, com transmissão ao vivo pela SPORTV.

1. 88 Felipe Fraga (Cimed Racing) – 1min51s282
2. 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) – 1min51s620
3. 80 Marcos Gomes (Cimed Racing) – 1min51s644
4. 77 Valdeno Brito (TMG Racing) – 1min51s878
5. 18 Allam Khodair (Full Time Sports) – 1min51s936
6. 63 Nestor Girolami (Eisenbahn Racing Team) – 1min51s957
7.0 Cacá Bueno (Red Bull Racing) – 1min52s021
8. 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) – 1min52s060
9. 12 Lucas Foresti (Full Time-ProGP) – 1min52s063
10. 90 Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) – 1min52s131
11. 21 Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) – 1min52s133
12. 65 Max Wilson (Eurofarma RC) – 1min52s160
13. 5 Denis Navarro (Vogel Motorsport) – 1min52s344
14. 73 Sergio Jimenez (Cavaleiro Sports) – 1min52s368
15. 51 Átila Abreu (Shell Racing) – 1min52s385
16. 83 Gabriel Casagrande (C2 Axalta Racing) – 1min52s386
17. 4 Julio Campos (C2 Axalta Racing) – 1min52s399
18.10 Ricardo Zonta (Shell Racing) – 1min52s494
19. 8 Rafael Suzuki (Vogel Motorsport) – 1min52s520
20. 29 Daniel Serra (Red Bull Racing) – 1min52s539
21. 110 Felipe Lapenna (Hot Car Competições) – 1min52s671
22. 70 Diego Nunes (União Química Racing) – 1min52s698
23. 117 Guilherme Salas (RZ Motorsport) – 1min52s701
24. 28 Galid Osman (Ipiranga-RCM) – 1min52s994
25. 25 Tuka Rocha (RZ Motorsport) – 1min53s009
26. 26 Raphael Abbate (Hot Car Competições) – 1min53s036
27. 3 Bia Figueiredo (União Química Racing) – 1min53s063
28. 9 Guga Lima (TMG Racing) – 1min53s396
29. 99 Xandynho Negrão (Cavaleiro Sports) – 1min53s967