Ricardo vence, Serra lidera e decisão segue para Interlagos

Mesmo mantendo a liderança do campeonato, Daniel Serra, bicampeão da Stock Car pela equipe Eurofarma, terá que defender a posição e buscar o título na grande final, marcada para 15 de dezembro, em Interlagos. Ricardo Maurício, foi a grande surpresa do final de semana, ao garantir a vitória na segunda corrida, após largar em vigésimo sétimo e manter a vice lidernça. “Eu estava muito chateado ontem com o resultado do classificatório, mas, sabia que as coisas poderiam melhorar durante a prova. Na verdade, foi melhor do que o esperado”, conta ele. “Fomos bem na primeira corrida, cheguei em quarto, mas, na segunda largada aconteceu alguma coisa, minha fila demorou para andar e acabei perdendo posições que, certamente, renderiam mais pontos. Mas, ainda estamos com vantagem, vamos para a final”, diz Serra.

O final de semana no centro oeste brasileiro foi desafiante para os pilotos da equipe Eurofarma. Daniel Serra e Ricardo Mauricio tinham a missão de defender as primeiras posições na tabela geral do campeonato, já que ambos estão na briga pelo tricampeonato. Mas, uma chuva inesperada durante o classificatório dificultou a virada de tempo dos pilotos que estavam no primeiro grupo, incluindo os líderes. Com isso, a primeira largada foi com um sétimo lugar para Daniel, um vigésimo sétimo para Ricardo e um vigésimo terceiro para Max Wilson.

Porém, confiantes na equipe e nas mudanças que se desenham, naturalmente, ao longo das corridas, os três pilotos largaram em busca de pontos.

O primeiro Safety Car foi acionado logo no início da prova devido a um acidente envolvendo Marcel Coletta, Rafael Suzuki e Bia Figueiredo. A presença do carro de segurança reaproximou os competidores para a relargada.

Com cerca de 10 minutos de prova, o carro de Max Wilson apresentou um problema que, inicialmente, pareceu uma quebra no semieixo. “Meu carro perdeu a tração e não tive como prosseguir”, explica ele.

O carro teve que ser rebocado, assim, como não foi possível retornar ao box para análise e solução do problema, o piloto #65 também ficou impossibilitado de participar da segunda corrida.

Ao final de 40 minutos, Daniel Serra alcançou a quarta posição e Ricardo Mauricio subiu do vigésimo sétimo para o décimo sexto lugar. A primeira posição foi de Gabriel Casagrande.

A segunda corrida foi de grid invertido, como manda o regulamento da Stock Car. Daniel Serra largou, novamente, em sétimo lugar e Ricardo Maurício manteve a posição final da primeira prova. Já com carros e pneus mais desgastados, a vantagem de Serra era um push to pass adicional que o piloto ganhou da promoção Fan Push, realizada pela organização do evento, em que o público vota pela internet e seis pilotos ganham um botão de ultrapassagem adicional. “Fico muito grato à todos que votaram em mim, esse é um diferencial competitivo muito importante, considerando que para a segunda corrida os carros e pneus já estão mais desgastados”, analisa ele.

Outro ponto fundamental é o pit stop, que pode ajudar ou atrapalhar o piloto na busca por posições. Na segunda prova, com box aberto faltando cerca de 20 minutos para o final, Daniel trocou apenas o pneu traseiro esquerdo.

Ricardo Mauricio empreendeu uma jornada impressionante em busca de recuperação e mostrou porque é bicampeão. Ele avançou o pelotão e surgiu na segunda posição, lutando segundo a segundo com Valdeno Brito pela liderança. A ousadia devolveu a ele a vice liderança no campeonato, posição que havia perdido ao final da primeira corrida. Faltando apenas 1 minuto e quarenta, ele acionou o push na reta e abriu sobre Valdeno, faturando a vitória e 24 pontos na classificação final.

Agora, a decisão fica para Interlagos e seis pilotos seguem na disputa, Daniel Serra, Ricardo Maurício, Thiago Camilo, Rubens Barrichello, Júlio Campos e Felipe Fraga.

Confira a tabela de classificação:

1 – Daniel Serra – 334

2 – Ricardo Maurício – 316

3 – Thiago Camilo – 305

4 – Rubens Barrichello – 283

5 -Júlio Campos – 282

6 – Felipe Fraga – 279

7 – Gabriel Casagrande – 264

8 – Cacá Bueno – 229

9 – Bruno Baptista – 163

10 – Nelson Piquet Jr. – 161

 

 

Stock Car: Com dois pódios, Daniel Serra mantém a liderança e segue para penúltima etapa

Com dois pódios na terceira posição, Daniel Serra conseguiu segurar a liderança e agora segue para a penúltima etapa da temporada 2019 da Stock Car. Com as corridas realizadas neste domingo em Mogi Guaçu, agora só faltam duas etapas para a grande final. “Foi um bom final de semana, conseguimos abrir uma vantagem, mas, sabemos que é pequena, contando que a última etapa tem pontuação dobrada, mas, lógico que foi positivo. Eu fico mais feliz pelo trabalho que fizemos nas últimas etapas, porque desde Cascavel voltamos a ser competitivos”, comenta o líder.

Ricardo Maurício, que estava empatado com o companheiro de equipe, largou em décimo nono lugar na primeira corrida, mas, lutou até o último segundo e agora é vice-líder. Já na segunda corrida, chegou em quarto lugar, salvando pontos importantes para a fase final. “Largando tão atrás foi o que consegui fazer. No final da segundo corrida o carro começou a ficar um pouco traseiro e foi mais difícil de manter, mas, é isso, ainda temos duas etapas pela frente”, explica.

Por questões de segurança, a largada da primeira corrida, válida pela décima etapa da Stock Car aconteceu em fila indiana.

Max Wilson estava em décimo segundo, mas, antes de completar a primeira volta teve que retornar ao box com problema na direção hidráulica. “No classificatório já não estava 100%, e depois, voltou a apresentar falha”, conta. Durante os quase quarenta minutos que se seguiram, a equipe correu contra o relógio na tentativa de preparar o carro 65 para a segunda corrida.

Enquanto isso, na pista, Serra tinha que ficar de olho na movimentação dos adversários, em especial, Thiago Camilo, que agora ocupa a terceira posição. O piloto 21 fez uma boa corrida e venceu de ponta a ponta. Nos minutos finais, Serra aproveitou para avançar em direção a Felipe Fraga e garantir o terceiro lugar.

A segunda corrida teve largada lançada e no grid, Daniel ocupava o oitavo lugar, Ricardo Mauricio estava em décimo segundo e Max Wilson em vigésimo segundo.

Após o Pit Stop, os três primeiros colocados na tabela de classificação também disputavam ponto a ponto na pista. Daniel Serra voltou em quinto, Thiago em sexto e Ricardo Mauricio em sétimo lugar.

Faltando apenas 5 minutos para o final, Thiago Camilo rodou, Serra e Mauricio conseguiram sair a tempo salvando a corrida. Ao final, Bruno Baptista conquistou seu primeiro título na categoria, Diego Nunes foi o segundo colocado e Daniel Serra voltou para o pódio, selando sua liderança.

A penúltima etapa acontece em Goiânia no último domingo de novembro e o clima promete ser ainda mais quente por lá. A grande final será no dia 15 de dezembro, em Interlagos.

 

Confira a tabela de classificação:

1 – Daniel Serra – 305

2 – Ricardo Maurício – 287

3 – Thiago Camilo – 281

4 – Rubens Barrichello – 264

5 – Júlio Campos – 255

6 – Felipe Fraga – 244

7- Gabriel Casagrande – 223

8 – Cacá Bueno – 213

9 – Bruno Baptista – 163

10 – Max Wilson – 140

Daniel Serra leva vantagem na disputa pela liderança e larga na frente do companheiro de equipe

O clima quente, comum no interior do estado de São Paulo, onde aconteceu neste sábado o treino classificatório da décima etapa da temporada 2019 da Stock Car, foi amenizado pelas chuvas que cairiam desde a tarde de sexta-feira.

E essa seria a primeira chance de Daniel Serra e Ricardo Mauricio, companheiros na equipe Eurofarma, de abrirem vantagem rumo à liderança, já que ambos ocupam a ponta da tabela empatados com 265 pontos.

Durante os treinos da manhã, Serra teve um melhor desempenho, abrindo sempre a volta mais rápida em relação ao adversário direto. “Eu venho há algumas etapas sem bons pneus de treino e quando passamos os pneus novos começou a chover, então, fui para a pista sem nenhuma referência de acerto após essa mudança”, contou Ricardo.

Como acontece durante a temporada, o classificatório começou com os pilotos divididos em dois grupos de onde sairiam apenas os 15 mais rápidos. Ricardo, Max e Daniel estavam no grupo 1 e com a pista ainda úmida da chuva que caiu pela manhã.

À medida que o grupo 2 avançava, o sol apareceu e a pista começou a secar trazendo tensão entre os competidores. Ao final dos dois grupos, entre os pilotos da Eurofarma, apenas Daniel Serra e Max Wilson seguiram na briga pela pole. Ricardo Maurício terminou em décimo nono, mesma posição em que irá largar na primeira corrida que será realizada amanhã, no autódromo Velo Città.

Com mais oito minutos de disputa entre os quinze pilotos que estavam no Q2, apenas Daniel Serra, Thiago Camilo, Gabriel Casagrande, Felipe Fraga, Júlio Campos e Diego Nunes passaram para o Q1. Max Wilson ficou em décimo segundo.

Na briga pela pole position, cada um entrou individualmente para defender o primeiro lugar na fila, mas, a posição ficou com Thiago Camilo pela sexta vez nesta temporada. Daniel Serra vai largar na quarta posição. “Não é ruim, sem dúvida, mas, preparamos um carro pensando muito na terceira parte da classificação e não funcionou tanto, mas, dá para brigar por bons pontos. Amanhã pode ser que chova, muita coisa pode acontecer”, diz Daniel Serra.

A primeira corrida está marcada para às 11 horas e a segunda para o meio dia com transmissão ao vivo pela SPORTV.

Confira o grid de largada da primeira corrida.

1 . Thiago Camilo ( Ipiranga Racing ), 1:28.501
2 . Gabriel Casagrande ( Crown Racing ), 1:28.510
3 . Felipe Fraga ( Cimed Racing ), 1:28.592
4 . Daniel Serra ( Eurofarma RC ), 1:28.695
5 . Julio Campos ( Prati-Donaduzzi Racing ), 1:28.787
6 . Diego Nunes ( KTF Sports ), 1:28.796

7 . Átila Abreu ( Shell V-Power ), 1:28.659
8 . Bruno Baptista ( RCM Motorsport ), 1:28.761
9 . Cacá Bueno ( Cimed Racing ), 1:28.763
10 . Rubens Barrichello ( Full Time Sports ), 1:28.787
11 . Ricardo Zonta ( Shell V-Power ), 1:28.805
12 . Max Wilson ( RCM Motorsport ), 1:28.833
13 . Marcos Gomes ( KTF Sports ), 1:28.933
14 . Marcel Coletta ( Crown Racing ), 1:29.092
15 . Nelson Piquet Jr ( Full Time Sports ), 1:29.378

16 . Allam Khodair ( Blau Motorsport ), 1:28.544
17 . Lucas Foresti ( Vogel Motorsports ), 1:28.551
18 . Bia Figueiredo ( Ipiranga Racing ), 1:28.634
19 . Ricardo Maurício ( Eurofarma RC ), 1:28.656
20 . Gaetano di Mauro ( Shell Helix Ultra ), 1:28.691
21 . Galid Osman ( Shell Helix Ultra ), 1:28.711
22 . Rafael Suzuki ( Hot Car Competições ), 1:28.755
23 . Felipe Lapenna ( Cavaleiro Sports ), 1:28.773
24 . Denis Navarro ( Cavaleiro Sports ), 1:28.837
25 . Valdeno Brito ( Prati-Donaduzzi Racing ), 1:28.848
26 . Cesar Ramos ( Blau Motorsport ), 1:29.123
27 . Guga Lima ( Vogel Motorsports ), 1:29.160