Não é só pelo clima romântico que a primavera é marcada. Por causa do aumento da polinização das flores e da elevação na temperatura, algumas doenças, como conjuntivite e catapora (varicela), se tornam mais recorrentes durante a estação. Veja algumas das mais comuns:

3

Conjuntivite: Com o desabrochar das flores, o pólen começa a se dispersar no ar e pode causar irritações nos olhos, resultando em casos de conjuntivite.
Como prevenir: Mantenha os olhos sempre limpos e lubrificados.

Rinite: Assim como na conjuntivite, o pólen pode irritar as vias aéreas causando rinite alérgica. Além disso, a mudança climática também pode provocar irritações nas mucosas nasais e da garganta.
Como prevenir: Beba muito líquido, como água e sucos de frutas naturais, além de manter as vias respiratórias lubrificadas.

Alergias: As crises de alergia são mais comuns na primavera por causa do aumento na polinização. Elas podem se manifestar através de coceiras na pele, nariz pingando, e em casos graves podem causar fechamento da garganta e até parada respiratória.
Como prevenir: No geral, as alergias são difíceis de serem antecipadas, mas o tratamento imediato evita a evolução dos sintomas.

Catapora (Varicela): O vírus se prolifera com o aumento da temperatura, tornando as infecções muito mais frequentes durante a primavera.
Como prevenir: Vacine-se contra a catapora, sobretudo as crianças pequenas.

Sarampo: Assim como a catapora (varicela), os casos de sarampo começam a aumentar com a elevação da temperatura.
Como prevenir: A melhor medida a se tomar é a vacinação.

Consulte sempre seu médico!