O verão é a estação mais alegre do ano, porém, as altas temperaturas, aliadas a maior incidência de chuvas, proporcionam o ambiente ideal para a proliferação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, do chikungunya e zika.

Em caso de infecção, todas as doenças podem trazer graves consequências para a nossa saúde. Saber diferenciar os sintomas de cada uma e realizar o tratamento adequado é essencial para minimizarmos os riscos de possíveis sequelas.

Confira abaixo as diferenças de sintomas e as formas indicadas de tratamento da dengue, zika e chikungunya:

DENGUE
Sintomas
Normalmente, as pessoas infectadas pelo vírus da dengue apresentam sinais leves ou nenhum sinal de contagio. O restante apresenta o modo mais grave da doença, com febre, dor nas juntas e músculos, dor de cabeça, vômitos, diarreia e erupções na pele.

Tratamento
Não há um tratamento específico contra o vírus da dengue ainda. O paciente precisa tomar bastante líquido para se hidratar e medicamentos para aliviar os sintomas, como antitérmico.

ZIKA
Sintomas
A maioria das pessoas infectadas pelo vírus Zika não desenvolve manifestações clínicas. Os principais sintomas são febre baixa, manchas avermelhadas, coceira e vermelhidão nos olhos, dor de cabeça e dores leves nas articulações.

Tratamento
Não existe tratamento específico contra o vírus Zika, são usados medicamentos apenas para amenizar os sintomas, como medicamentos antiinflamatórios e antitérmicos.

CHIKUNGUNYA
Sintomas
Apresenta sintomas bem parecidos com os da dengue: febre, dores pelo corpo, dor de cabeça, cansaço, mal-estar, além de dores intensas e inchaço nas articulações.

Tratamento
Não há um tratamento específico contra o vírus Chikungunya ainda. O paciente precisa tomar bastante líquido para se hidratar e, se receitado, algum medicamento antitérmico e analgésico.