Você sabe por que hoje foi escolhido como o Dia Internacional da Síndrome de Down? A resposta é bem simples! Não poderia existir uma data melhor que 21/03 para representar todos os indivíduos que, por uma alteração genética, apresentam “3” exemplares do cromossomo “21” ao invés de 2, como a maioria das pessoas.

Diminuir o preconceito e dar maior visibilidade ao tema são os principais objetivos da data. A Síndrome de Down não é uma doença, mas sim uma condição genética que não impede aqueles que possuem um cromossomo a mais de levar uma vida social normal, com estudos, trabalho e lazer. Aliás, atualmente, a inclusão social garante às crianças com qualquer dificuldade de aprendizado o acesso às escolas regulares.

Mas quando o assunto é saúde, devido a algumas alterações genéticas causadas pela trissomia do cromossomo 21, as pessoas com Síndrome de Down necessitam de uma atenção especial. As cardiopatias congênitas estão presentes em quase metade dessas crianças e outras delas podem apresentar disfunções na tireoide, na visão e neurológicas, além de lesões ortopédicas e obesidade.  Porém, com o acompanhamento médico e realização dos exames para monitorar o que acontece em cada organismo, eles terão uma vida feliz e saudável!

O Dia Internacional da Síndrome de Down nos mostra que precisamos quebrar certos tabus e aprender a viver com a diversidade. E que possuir um cromossomo a mais não significa ser menos, apenas ser diferente!  #diainterncaionaldasindromededown #diganaoaopreconceito  #diversidade