A meningite é uma inflamação das meninges, membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal¹. A infecção faz as meninges inflamarem e incharem, o que pode danificar nervos e o cérebro². A meningite pode ser causada por infecção viral ou bacteriana, sendo esta última mais grave¹.

O risco de contrair meningite é maior entre crianças menores de cinco anos, principalmente até um ano, no entanto pode acontecer em qualquer idade. A principal forma de prevenir é por meio da vacinação¹.

Os principais sintomas são dor de cabeça intensa, vômito, febre alta, endurecimento da nuca e sensibilidade à luz. Muitas pessoas também apresentam manchas na pele. A diferenciação entre a meningite bacteriana e a viral só pode ser feita por exames, em especial a coleta de líquido da medula espinhal (punção lombar)²:

Meningite viral é a forma mais comum e mais leve da doença e frequentemente acomete crianças pequenas e bebês, especialmente no primeiro ano de vida. A melhora costuma ser espontânea, em algumas semanas, sem necessidade de tratamento específico².

Meningite bacteriana é muito grave e deve ser tratada como uma emergência médica. Se não tratada, pode danificar seriamente o cérebro e causar infecção generalizada, levando à morte. O tratamento é realizado com antibióticos por via venosa e monitoramento hospitalar².

A meningite pode deixar algumas sequelas, que podem variar de gravidade de pessoa para pessoa, e podem ser temporárias ou permanentes. Em geral, quanto mais grave a infecção, maior a chance de complicações. Perda da audição e visão, problemas com memória, concentração, coordenação motora, equilíbrio, aprendizado e fala, epilepsia e paralisia cerebral são possíveis complicações da meningite².

A melhor maneira de prevenir é manter as vacinas em dia. E ficar atento aos sintomas, não protelando a visita ao médico na procura de assistência o mais rápido possível².

 

Fontes:
1– Meningite: o que é, causas, sintomas, tratamento, diagnóstico e prevenção. Disponível em http://portalms.saude.gov.br/saude-de-a-z/meningites. Último acesso no dia 26 de maio de 2020.
2- Qual a diferença entre meningite bacteriana e viral? Qual a gravidade e sequelas? – Biblioteca Virtual de Saúde. Disponível em https://aps.bvs.br/aps/qual-a-diferenca-entre-meningite-bacteriana-e-viral-qual-sua-gravidade-e-sequelas/. Último acesso em 26 de maio de 2020.