A osteoporose é uma doença metabólica do tecido ósseo, caracterizada por perda gradual da massa óssea, que enfraquece os ossos, tornando-os mais frágeis e suscetíveis a fraturas¹. A inatividade física leva à piora da osteoporose e aumenta ainda mais os riscos de quedas e novas fraturas, principalmente para uma população acima dos 50 anos¹Já a atividade física ou a prática regular de exercícios físicos influenciam a manutenção das atividades normais ósseas, e por este motivo a atividade física vem sendo indicada no tratamento da osteoporose¹ Entretanto, há várias discussões sobre este assunto, buscando melhor conhecimento sobre fatores como a intensidade, frequência e duração dos exercícios utilizados como método de prevenção e tratamento¹. 

 

A prevenção engloba uma série de medidas². Por exemplo, exercícios suaves com caminhadas até a realização de um programa de exercícios estabelecido pelo médico ou pelo fisioterapeuta, com alongamento, exercícios para melhorar o equilíbrio e para fortalecimento dos músculos². Há também uma necessidade de uma nutrição adequada, com dieta rica em cálcio². Além disso, cuidado com as quedas, pare de fumar e evite excesso de álcool². Também não se deve abusar do café e da dieta com muito sal². 

  

A caminhada é essencial quatro vezes por semana durante 40 minutos². Durante a caminhada, endireite o seu corpo e ande o mais ereto possível, com o queixo para dentro e a cabeça bem levantada². A caminhada revela-se altamente efetiva no controle da postura². Uma simples caminhada é a arma mais poderosa no combate ao desequilíbrio². 

 

Outras atividades recomendadas por médicos são os exercícios na água, como a hidroginástica e a natação, pois é uma atividade ideal para pessoas que possuem problemas ósseos³. Os exercícios físicos devem ser realizados de forma regular três vezes por semana, com intervalo entre as sessões de 24 a 48 horas³. É muito importante que esses exercícios sejam realizados com o paciente suportando o seu próprio peso, em função da força que os músculos exercem sobre os ossos da coluna e dos membros inferiores³ 

  

Vale ressaltar que o exercício físico é dado como fator importante tanto na prevenção quanto no tratamento da osteoporose¹ 

 

Fontes: 
1 – Exercício físico no tratamento e prevenção de idosos com osteoporose: uma revisão sistemática – Disponível em http://www.scielo.br/pdf/fm/v23n2/12.pdfÚltimo acesso em 16 de setembro de 2019. 
 2 – Osteoporose – Sociedade Brasileira de Reumatologia – Disponível em http://www.iamspe.sp.gov.br/wp-content/uploads/2017/01/cartilha-osteoporose.pdfÚltimo acesso em 16 de setembro de 2019.  
 3 – ATIVIDADE FÍSICA COMO PREVENÇÃO E TRATAMENTO DE OSTEOPOROSE  – Unilago  Disponível em http://www.unilago.edu.br/revista/edicaoatual/Sumario/2016/downloads/7.pdfÚltimo acesso em 16 setembro de 2019.