Frequentemente recebemos informações sobre a importância do exercício físico em todas as etapas da vida, inclusive na terceira idade. Mas não custa relembrar a importância do exercício mental: atividades para manter a mente ativa, exercitar a memória, retardar sintomas ou o aparecimento de Alzheimer, por exemplo.  Colocar em prática pode ser mais simples do que se imagina!

Antes de tudo, porquê exercitar a mente? Ao longo da vida, o cérebro vai perdendo neurônios. A partir dos 40 anos começamos a perder a capacidade de armazenamento do cérebro, e quanto antes colocarmos atividades em prática menores as chances de futuras deficiências cognitivas, como a perda de memória. Importante: perda de memória nem sempre é sinônimo de Alzheimer. Confira mais detalhes e sintomas sobre o Mal de Alzheimer aqui.

Atividades simples, como alternar o caminho de atividades diárias, podem ser inseridas na rotina desde cedo. Em vez de ir à padaria pelo caminho de sempre, use outras rotas – isso vai estimular seu cérebro e desliga o “piloto automático”.  Se você lê muito ou assiste filmes, que tal contar a alguém sobre a história? Assim você exercita a memória e treina sua capacidade de armazenamento de informações.

Algumas atividades lúdicas já são famosas. Jogos de palavras e números, como palavras cruzadas ou Sudoku, jogos de tabuleiro como quebra-cabeças, xadrez ou dominó, tem fãs em várias idades, estimulam o cérebro e ajudam na interação com outras pessoas, aumentando o convívio social.

Se você tem habilidade com trabalho manual, como tricô ou marcenaria, que tal ensinar a alguém? Ao ensinar você não só tem uma nova atividade, como também estimula o cérebro e a memória. Agora, se o seu objetivo é aprender, existem inúmeras possibilidades: escolas com turmas dedicadas a idosos para quem quer aprender um novo idioma, um instrumento musical, ou até mesmo informática. Você adquire um novo conhecimento e faz novos amigos!

Dança, teatro e viagens podem ser recursos poderosos para exercitar o corpo e a mente, além de reforçar vínculos com amigos e familiares. E finalmente, bons hábitos de saúde podem ajudar a ter disposição para tantas oportunidades. Por isso, evite o cigarro e o álcool, que podem contribuir para a hipertensão e prejudicar também o funcionamento do cérebro.

 

Fontes: Veja, BBC Brasil, Zero Hora