O câncer de mama é o mais comum entre as mulheres e pode se manifestar de diversas formas. A detecção precoce é uma estratégia fundamental na luta contra o câncer de mama, e realizar a mamografia periodicamente também é uma forma importante de prevenção.

6

Para as mulheres da população geral, a mamografia deve começar a ser feita a partir dos 40 anos, anualmente. Porém, aquelas que possuem casos de câncer de mama na família, em parentes de primeiro grau (mãe, irmã e/ou filha), devem tomar um cuidado extra e começar a realizar a mamografia dez anos antes do caso mais precoce entre parentes que tiveram a doença.

A mamografia é uma imagem radiográfica da mama, produzida em um aparelho de raio X conhecida como mamógrafo, que pode detectar alterações na mama, como nódulos e microcalcificação.

Vale lembrar também que a mamografia, porém, não é recomendada antes dos 25 anos porque a mama é mais susceptível à radiação nessa faixa etária. Nesse caso, a realização de ultrassonografia é o mais indicado.

Consulte regularmente o seu médico e faça sempre os exames preventivos.

Confira algumas dicas para minimizar o desconforto no momento do exame:
– Se possível, evite agendar o exame para um pouco antes ou logo depois do período menstrual, quando os seios estão mais propensos a ficarem doloridos;
– Se você tem implantes de silicone, não deixe de avisar a quem irá fazer o exame;
– Vista uma roupa composta por duas peças separadas (calça e blusa). Assim, será preciso tirar apenas a parte de cima para fazer o exame;
– No dia do procedimento, não use hidratante, desodorante, perfumes ou qualquer outro produto na área das axilas e seios;
– Ao realizar o exame em um novo local, leve consigo exames antigos ou peça ao centro de diagnósticos que costumava usar para enviar os filmes com os exames antigos ao novo local.

Fonte: minhavida.com.br saúde.ig.com.br