É comum todo mundo se preocupar mais com aplicação do protetor solar nos dias de calor, mas esse não é o único momento em que devemos proteger nossa pele.

20

Confira 10 mitos e verdades sobre a utilização do filtro solar:

Protetor solar atrapalha o bronzeado?
– Mito: o bronzeado surge entre o 5º e o 7º dia de sol e dura mais se a exposição for gradual, cerca de uma ou duas horas por dia.

Os protetores com FPS 50 ou mais são os mais potentes?
– Verdade: O protetor solar de FPS 15 bloqueia 93% de todos os raios UVB, já o FPS 50 bloqueia 98%. Esses protetores também possuem uma duração mais longa.

O protetor solar só deve ser usado em praias ou piscinas?
– Mito: O ideal é usar o protetor solar no dia a dia, desde o momento que você for sai de casa, não importa se você vai à praia ou no shopping.

Os protetores com base ou tonalizantes são mais eficazes?
– Verdade: Apesar de ser mais gorduroso esse protetor solar apresenta uma maior aderência à pele e protegem até 98% do UVB.

Exposição excessiva ao sol pode causar problemas na pele?
– Verdade: Expor ao sol sem o uso do protetor solar pode gerar queimaduras, vermelhidão, bolhas, manchas, rugas e flacidez na pele. Pesquisas apontam que 90% do envelhecimento precoce é consequência do abuso da exposição ao sol.

O protetor corporal pode ser usado na face?
– Mito: Podem ocorrer problemas estéticos, pois alguns produtos comercializados para o corpo, como aqueles para a prática de exercícios, são mais gordurosos e, se aplicados na face, podem produzir acne.

Uma pele bem hidratada sofre em menor intensidade os efeitos do sol?
– Mito: O uso dos hidratantes fortalece a integridade cutânea e promove a obtenção e manutenção de uma pele livre de ressecamentos, asperezas e descamações, mas não garante proteção contra os raios UV.

Não é possível ficar bronzeada usando protetor solar?
– Mito: Com o protetor solar o processo de bronzeamento ocorre de maneira mais lenta e saudável, já que ele bloqueia os raios ultravioleta, que liberam radicais livres e provocam o envelhecimento da pele.

Não preciso usar protetor solar em dias nublados?
– Mito: Os raios ultravioleta conseguem atravessar as nuvens e queimar a pele, sem a sensação de ardor, comuns aos dias mais quentes e com sol forte.

Devo passar protetor solar no rosto mesmo se vou ficar somente em ambientes fechados?
– Verdade: As luzes fluorescentes, devido à emissão da luz visível, podem piorar as doenças que causam manchas e escurecimento da pele.

FONTES: GNT, Zero Hora, Revista Corpo a Corpo, vidadejovem.com.br