O alimento e a água são condições essenciais para a manutenção da vida. Sem alimento, em quantidade e qualidade adequadas, elevamse os riscos do desenvolvimento de doenças em nosso organismo¹. 

 

Fatores como preferências, hábitos familiares e culturais, custos e disponibilidade dos alimentos afetam o consumo alimentar de um indivíduo¹. Ter uma alimentação balanceada e equilibrada aliada a bons hábitos, como a prática regular de atividade física, contribui para a melhoria da saúde e da qualidade de vida em qualquer idade¹.  

 

Uma alimentação saudável é aquela que reúne os seguintes atributos: é acessível e não é cara, valoriza a variedade, as preparações alimentares usadas tradicionalmente, é harmônica em quantidade e qualidade, naturalmente colorida e segura sanitariamente². 

 

No Brasil, por conta do extenso território e grande diversidade de cultura, que envolvem questões econômicas e políticas, trabalhar com um padrão de alimentação saudável é um verdadeiro desafio. Cabe ao nutricionista, o papel do profissional é entender opções para prevenir obesidade, doenças cardiovasculares, diabetes e osteoporose³. Com a rotina, é possível associar qualidade de vida e a boa alimentação³. 

 

Nos últimos anos passamos por muitas mudanças no padrão de consumo alimentar no país, e parte da culpa dessas alterações alimentares está nos alimentos consumidos, que passaram a ter grande quantidade de gorduras4. A OMS recomenda o aumento do consumo de frutas, verduras e legumes e a restrição do consumo de gorduras para contar com uma vida mais saudável4.  

 

 

Veja abaixo, dez passos para uma alimentação saudável² 

 

  1. Faça pelo menos três refeições (café da manhã, almoço e jantar) e dois lanches saudáveis por dia. Não pule as refeições.

 

  1. Inclua diariamente seis porções do grupo de cereais (arroz, milho, trigo, pães e massas), tubérculos como as batatas e raízes como a mandioca/macaxeira/aipim nas refeições. Dê preferência aos grãos integrais e aos alimentos na sua forma mais natural.

 

  1. Coma diariamente pelo menos três porções de legumes e verduras como parte das refeições e três porções ou mais de frutas nas sobremesas e lanches.

 

  1. Coma feijão com arroz todos os dias ou, pelo menos, cinco vezes por semana. Esse prato brasileiro é uma combinação completa de proteínas e bom para a saúde.

 

  1. Consuma diariamente três porções de leite e derivados e uma porção de carnes, aves, peixes ou ovos. Retirar a gordura aparente das carnes e a pele das aves antes da preparação torna esses alimentos mais saudáveis!

 

  1. Consuma, no máximo, uma porção por dia de óleos vegetais, azeite, manteiga ou margarina. Fique atento aos rótulos dos alimentos e escolha aqueles com menores quantidades de gorduras trans.

 

  1. Evite refrigerantes e sucos industrializados, bolos, biscoitos doces e recheados, sobremesas doces e outras guloseimas como regra da alimentação.

 

  1. Diminua a quantidade de sal na comida e retire o saleiro da mesa. Evite consumir alimentos industrializados com muito sal (sódio) como hambúrguer, charque, salsicha, linguiça, presunto, salgadinhos, conservas de vegetais, sopas, molhos e temperos prontos.

 

  1. Beba pelo menos dois litros (seis a oito copos) de água por dia. Dê preferência ao consumo de água nos intervalos das refeições.

 

  1. Torne sua vida mais saudável. Pratique pelo menos 30 minutos de atividade física todos os dias e evite as bebidas alcoólicas e o fumo. Mantenha o peso dentro de limites saudáveis.

 

Fontes: 
 
1 – Série Mesa Brasil Sesc – Segurança Alimentar e Nutricional. Disponível em http://www.sesc.com.br/mesabrasil/cartilhas/cartilha6.pdf. Último acesso em 4 de abril de 2019.  
2 – Guia Alimentar – Como ter uma alimentação saudável. Disponível em http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/guia_alimentar_alimentacao_saudavel.pdf. Último acesso em 4 de abril de 2019.  
3 – SICHIERI, Rosely; COITINHO, Denise C.; MONTEIRO, Josefina B.; COUTINHO, Walmir F. Recomendações de Alimentação e Nutrição Saudável para a População Brasileira. 2000. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0004-27302000000300007&script=sci_arttext&tlng=pt   
4 – FERREIRA, Sandra Roberta G. Alimentação, nutrição e saúde: avanços e conflitos da modernidade. 2010. Disponível em http://cienciaecultura.bvs.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0009-67252010000400011