O que são doenças cardiovasculares (DCV)?  

 

São doenças que afetam o sistema circulatório, ou seja, o coração e os vasos sanguíneos (artérias, veias e vasos capilares) (1). Possuem várias DCV e as mais preocupantes são as que afetam as artérias coronárias (do coração) e as artérias do cérebro (1).  

Normalmente essas doenças são causadas por aterosclerose (depósito de placas de gordura e cálcio que dificultam a circulação sanguínea). Quando a aterosclerose aparece nas artérias do coração, pode causar sintomas e doenças como dor no peito ou até mesmo enfarte (1).  

Quando acontecem no cérebro, os sintomas são a perda de memória, tonturas e a chance de causar um acidente vascular cerebral (AVC) (1). Muitos são os fatores de riscos para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares (DCV), mas pessoas obesas têm mais chances de desenvolver que indivíduos com gordura corporal normal (2). 

Confira alguns fatores de risco para o desenvolvimento dessas doenças (1): 

  • Açúcar elevado no sangue (diabetes); 
  • Colesterol elevado; 
  • Triglicérides elevada; 
  • Pressão arterial elevada; 
  • Excesso de peso e obesidade; 
  • Tabagismo; 
  • Abuso de bebidas alcóolicas; 
  • Sedentarismo. 

Hoje, as doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no mundo: estima-se que 17,7 milhões de pessoas morreram por isso em 2015, o que representa um total de 31% de todas as mortes em todo o planeta (3). Desses óbitos, estima-se que 7,4 milhões ocorreram devido às doenças cardiovasculares e que 6,7 milhões aconteceram devido a acidentes vasculares cerebrais (3).  

Apesar de muitas vezes não apresentar sintomas do entupimento dos vasos sanguíneos, o ataque cardíaco ou o acidente vascular cerebral podem ser o primeiro aviso sobre as doenças (3). Confira alguns sintomas do ataque cardíaco (3): 

  • Dor ou desconforto no centro do peito; 
  • Dor ou desconforto nos braços, ombro esquerdo, cotovelos, mandíbula ou costas; 
  • Dificuldade em respirar; 
  • Falta de ar; 
  • Sensação de enjoo ou vômito; 
  • Sensação de desmaio ou tontura; 
  • Palidez 

Existem algumas diferenças de sensações para o acidente vascular, que normalmente é caracterizado por uma súbita fraqueza no rosto e dos membros superiores e inferiores (3). Entre outros sintomas, estão (3): 

  • Confusão, dificuldade para falar ou para entender; 
  • Dificuldade para enxergar com um ou ambos os olhos; 
  • Dificuldade para andar, tontura, perda de equilíbrio ou coordenação; 
  • Dor de cabeça intensa sem causa aparente; 
  • Desmaio ou inconsciência. 

Existem algumas formas de prevenir e controlar as doenças cardiovasculares, alguns exemplos são (3): 

  • Controle do tabaco; 
  • Redução da ingestão de alimentos ricos em gorduras, açúcares e sal; 
  • Prática de atividades físicas; 
  • Controle do alcoolismo. 

Caso apresente algum desses sintomas, consulte um médico para avaliar o caso e realizar exames e tratamentos adequados para cada paciente.  

 

Fontes: 
1- Instituto Nacional de Saúde. JORGE, Ricardo. Sabe como prevenir? Doenças cardiovasculares. Disponível em https://www.sns.gov.pt/wp-content/uploads/2016/03/DoencasCardiovasculares.pdf  
2 – Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano. LIMA, William Alves; GLANER, Maria Fátima. Principais fatores de risco relacionados às doenças cardiovasculares.  2006. Disponível em https://repositorio.ucb.br/jspui/bitstream/123456789/7442/1/Principais%20fatores%20de%20risco%20relacionados%20%C3%A0s%20doen%C3%A7as%20cardiovasculares.pdf  
3- Organização Pan-Americana da Saúde. Doenças cardiovasculares. 2017. Disponível em https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=5253:doencas-cardiovasculares&Itemid=839