A rinite alérgica é uma inflamação da mucosa nasal, causada pela exposição a agentes causadores de alergias, resultando em sintomas crônicos ou recorrentes ¹. É a de maior prevalência entre as doenças respiratórias crônicas, acomete cerca de 20% a 25% da população em geral ² 

 

Causas 

Entre os possíveis fatores desencadeantes, estão³: 

  • Aeroalérgenos: ácaros de poeira, fungos, baratas, animais, polens e outras coisas como trigo, poeira de madeira, detergentes ou látex; 
  • Irritantes ou poluentes: fumaça de cigarro, poluentes ambientais, ozônio, óxidos do nitrogênio e dióxido de enxofre.  

 

Sintomas 

Os principais sintomas são ³: 

  • Obstrução nasal (nariz entupido); 
  • Nariz escorrendo; 
  • Espirros; 
  • Prurido (coceira); 
  • Baixa sensibilidade para sentir odores. 

 

Diagnóstico 

O diagnóstico inclui o histórico pessoal dos pacientes, exame físico e exames complementares ³. Entre as associações de sintomas, estão os espirros, a coriza constante (nariz escorrendo), baixa sensibilidade de cheiros e coceira no nariz³ 

 

Prevenção 

Como é causado pelo contato com fatores aeroalérgenos, irritantes e poluentes, a melhor prevenção é manter distância dos agentes causadores ³ 

 

Tratamento 

 

O tratamento engloba cuidados com o ambiente que o paciente tem contato, para controlar o acesso aos materiais responsáveis por causar as crises de rinite em cada um². Além disso, também existem opções farmacológicas (como anti-histamínicos, descongestionantes, corticosteroides e outros medicamentos) que podem ajudar no alívio dos sintomas³. 

De toda forma, o melhor tratamento será feito com a avaliação médica. 

 
Fontes: 
1 – IBIAPINA, Cássio da Cunha; SARINHO, Emanuel Savio Cavalcanti; CAMARGOS, Paulo Augusto Moreira; ANDRADE, Cláudia Ribeiro de; FILHO, Álvaro Augusto Souza da Cruz. Rinite alérgica: aspectos epidemiológicos, diagnósticos e terapêuticos. 2017. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-37132008000400008. Último acesso no dia 12 de fevereiro de 2019. 
2- Organização Pan-Americana da Saúde. Doenças respiratórias crônicas. 2008. Disponível em https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=581:doencas-respiratorias-cronicas&Itemid=463. Último acesso no dia 12 de fevereiro de 2019. 
3- Associação Médica Brasileira. III Consenso Brasileiro sobre Rinites. 2012. Disponível em http://www.aborlccf.org.br/consensos/Consenso_sobre_Rinite-SP-2014-08.pdf. Último acesso no dia 12 de fevereiro de 2019.