Você sabe o que é a Síndrome de Ovários Policísticos (SOP)? Trata-se de um distúrbio que muda o processo normal da ovulação nas mulheres em virtude de um desequilíbrio hormonal que leva à formação de cistos.

Durante o período de ovulação, é normal o surgimento de cistos que desaparecem a cada ciclo menstrual. Porém, em mulheres com SOP, eles não desaparecem e ainda alteram a estrutura ovariana, podendo aumentar em até três vezes o tamanho do órgão. Ou seja, muitos óvulos não eclodem no período fértil e não fazem o caminho pelas trompas até serem liberados na menstruação ou fecundação, tornando-se pequenos cistos que vão se acumulando no ovário dessas mulheres.

Apesar de os fatores que levam ao aparecimento da Síndrome de Ovários Policísticos não serem conhecidos, acredita-se que o distúrbio possa ter origem genética. Alguns indícios mostram que sua origem está associada à produção da insulina em excesso pelo organismo e que as mulheres que sofrem dessa doença apresentam maior produção de testosterona, hormônio masculino.

Ciclos irregulares, dificuldade para engravidar e menor frequência de ovulação são alguns dos sintomas do distúrbio. O surgimento de pelos no rosto, barriga e seios, excesso de oleosidade na pele e queda de cabelo também são característicos da SOP. Ela ainda pode favorecer o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2 e obesidade.

Apesar de não ter cura, a síndrome pode ser controlada por medicamentos, que variam caso a caso. Já os anticoncepcionais hormonais – pílulas, anéis vaginais e implantes – protegem os ovários contra a formação dos cistos e diminuem os níveis de hormônio masculino e de insulina. Pacientes que desejam engravidar devem utilizar anticoncepcionais hormonais para regular seu ciclo. Após esse tratamento, as chances de gravidez aumentam. Os indutores de ovulação também podem ser utilizados pelos médicos.

Vale ressaltar que uma alimentação equilibrada e saudável e a prática de exercícios físicos contribuem para manter os sintomas sob controle.

 


Fontes:
 http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2015/06/sindrome-do-ovario-policistico-reflete-na-pele-e-pode-dificultar-gravidez.html 
http://www.sogesp.com.br/canal-saude-mulher/guia-de-saude-e-bem-estar/ovarios-policisticos-o-que-e-causas-e-sintomas-prevencao-e-tratamentos