Algumas situações especiais envolvendo medicamentos podem nos deixar em dúvida, e por isso requerem cuidados extras com relação ao seu uso. Os mais afetados na maioria dos casos são as pessoas idosas, que devido algumas circunstâncias podem se tornar mais propensas a cometer erros na administração dos medicamentos.

21

Esse tipo de ocorrência é mais frequente quando o tratamento é modificado ou quando vários medicamentos são utilizados ao mesmo tempo, mas podemos tomar algumas atitudes simples que ajudam a evitar esses erros.

Confira cuidados extras que idosos devem tomar para uso correto de medicamentos:

– É aconselhável que o idoso, quando for a uma consulta médica, leve os medicamentos para que o profissional possa avaliar se estão sendo tomados corretamente.
– O idoso também deve ser encorajado a não ter receio de perguntar, caso não entenda as explicações.
– A presença de algum familiar durante a consulta pode ser bastante útil e, às vezes, decisiva para o sucesso do tratamento.
– O organismo de um idoso, muitas vezes, já não possui o mesmo perfil de metabolismo de um adulto jovem, podendo existir condições clínicas concomitantes, passíveis de alterar a resposta a medicamentos, implicando, por exemplo, na necessidade de ajuste da dose do remédio. Por isso, o médico deve ser sempre consultado.