São Paulo, junho de 2020 – A Eurofarma, farmacêutica multinacional brasileira que mais investe em inovação no país, disponibilizou em seu site a plataforma de inteligência artificial Laura para esclarecimentos de dúvidas e orientações em relação ao novo coronavírus.

Disponível em português, a tecnologia simula uma conversa humana (chatbot) e funciona como uma espécie de assistente virtual, interagindo com as pessoas através de mensagens de texto automatizadas. A plataforma é gratuita (não precisa fazer download), fica disponível 24 horas por dia e fornece diversas informações sobre sintomas da Covid-19, dicas de prevenção e distanciamento social, seguindo os parâmetros da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde, além de fornecer orientação sobre viagens e até esclarecer algumas fake news, entre outras dúvidas sobre a doença.

A plataforma de inteligência artificial Laura é desenvolvida pela startup de mesmo nome, desenvolvedora do robô Laura, software que alerta sobre o risco de infecções generalizadas em pacientes internados em hospitais. Este robô é um dos projetos acelerados pelo Eurofarma Synapsis, programa que apoia o empreendedorismo na América Latina e incentiva inovação ligada à área de saúde.

No site da Eurofarma, o chatbot da plataforma on-line aparece embaixo, no lado direito, tanto em computadores como em smartphones, com a sinalização “Perguntas sobre o coronavírus?”.

 

Sobre o Grupo Eurofarma

Primeira multinacional farmacêutica de capital 100% brasileiro, o Grupo Eurofarma, desde sua fundação em 1972, atua no setor de saúde produzindo e comercializando produtos e serviços inovadores para melhorar a qualidade vida das pessoas. Com foco na geração de valor compartilhado, atua nas áreas de Prescrição Médica, Isentos de Prescrição, Genéricos, Hospitalar, Oncologia e Veterinária. Somente no Brasil, oferece 313 produtos, 649 apresentações, atende 25 especialidades médicas e cobre 89 classes terapêuticas, que representam 81% das prescrições no mercado de marcas.

O Grupo Eurofarma possui operação própria em 20 países, com parque fabril no Brasil e plantas em outros 6 países da América Latina. Em 2019, gerou vendas de R$ 5,6 bilhões e emprega mais de 7 mil colaboradores.