Dicionário da Saúde | Por: Eurofarma Laboratórios

Doenças cardiovasculares


As doenças cardiovasculares são as principais causas de mortes no mundo e no Brasil. Apesar de existirem fatores de risco hereditários, como a genética, os maus hábitos de estilo de vida, como tabagismo, sedentarismo, uso de álcool em excesso e alimentação não balanceada são os principais fatores de risco para as doenças cardiovasculares.

São 4 os tipos de doenças cardiovasculares que mais matam: infarto do miocárdio, doença vascular periférica, acidente vascular cerebral e morte súbita. Sendo hipertensão, infarto do miocárdio, angina do peito, doenças nas válvulas cardíacas, doenças cardíacas congênitas, endocardite, arritmias, miocardite e tumores do coração as mais comuns delas.

Causas
As doenças cardiovasculares têm causas diversas, mas podem estar diretamente ligadas ao estilo de vida do indivíduo. Histórico familiar, idade e outros problemas de saúde, como colesterol e hipertensão, também estão relacionados ao surgimentos dos problemas.

Sintomas
Os sintomas podem ser os mais diversos possíveis dependendo do tipo de problema cardíaco que o paciente apresentará, sendo dificuldade para respirar, desmaio e dor no peito os mais comuns.

Diagnóstico
As doenças cardiovasculares são inicialmente diagnosticadas pelo histórico do paciente, fatores de risco e exames físicos. Exame de sangue, ecocardiografia, Raio X e tomografia computadorizada são os testes mais comuns para detecção dos problemas.

Prevenção
A prevenção ainda é a melhor opção de evitar o surgimento das doenças cardiovasculares. Hábitos de vida saudáveis, como não fumar e praticar exercício físicos, contribuem para a prevenção dos problemas.

Tratamento
O tratamento das doenças cardiovasculares dependerá de cada caso. Podem ser utilizados medicamentos como diuréticos, inibidores da ECA, agentes betabloqueadores e digitálicos.