Com um atraso de 40 minutos devido as fortes chuvas que caíram nessa tarde de sábado em Goiânia, 29 carros saíram em busca da pole position na penúltima etapa da temporada. O grande desafio era que nenhuma equipe havia testado o setup para o piso molhado e as modificações tiveram que ser realizadas nos minutos que antecederam a largada. O resultado é que nem todos os carros responderam bem ao piso molhado.

Quando a chuva deu uma trégua e os comissários entenderam que o circuito não oferecia nenhum tipo de risco, saiu o primeiro pelotão formado pelos primeiros 13 pilotos da tabela de classificação, dentre os quais, estavam os pilotos da equipe Eurofarma.  Nesse momento, o objetivo era ficar entre os quinze mais rápidos do grid.

Ao final do primeiro grupo, Daniel Serra e Max Wilson passaram com folga, mas Ricardo Mauricio fechou em décimo quinto e teve que torcer para que os 14 pilotos que viriam a seguir não ultrapassassem a marca de 1:33.098, alcançada pelo vice líder. “Meu acerto não funcionou na chuva, eu tive carro apenas na primeira volta, depois ficou totalmente instável”, comentou ele.

Como já era previsto, a pista secou para o segundo grupo, possibilitando que os carros percorressem os mesmos trechos num tempo excepcionalmente menor em relação ao primeiro grupo. Até mesmo os pilotos que tinham aparente folga, foram ultrapassados. Foi o caso de Max Wilson que passou do 12º para 23º e Ricardo Mauricio foi para o final do pelotão, largando em 27º lugar.

Daniel Serra foi o único da equipe a seguir para o Q2. Mas, também não deu para o líder, que nos segundos finais foi eliminado pelo piloto Guga Lima. Daniel Serra vai largar em sétimo lugar. “Eu acabei entrando cedo na pista, eu poderia ter segurado um pouco mais para ficar com mais tempo de pista seca, mas, continuamos competitivos mesmo na chuva, enfim, vamos para a corrida amanhã”, comenta.

A etapa de Goiânia é a penúltima da temporada 2019 e o resultado desse fim de semana será fundamental para os oito pilotos que permanecem em busca do título de campeão. Com o quebra-cabeças armado pela chuva, eles foram espalhados pelo grid de largada da primeira corrida, o que promete deixar o campeonato ainda mais emocionante.

A pole position ficou com Gabriel Casagrande, que é o sétimo na temporada com 223 pontos. Thiago Camilo vai largar em segundo, uma vantagem em relação ao vice-líder Ricardo Maurício que sai em vigésimo sétimo. Ricardo tem 287 pontos, seis a mais que Thiago Camilo, atual terceiro colocado. Rubens Barrichello, que também briga pelo título vai largar em décima nono, Júlio Campos larga em viségimo e Felipe Fraga em quinto. Com os postulantes ao título espalhados pelo grid, quem ganha é o público que deve assistir a uma das corridas mais emocionantes de toda a temporada. “Sem dúvida amanhã será um dia decisivo, pois, a última corrida vale 60 pontos e para se manter vivo na disputa é preciso que a diferença para o líder não seja maior do que isso”, explica Rosinei Campos, chefe da equipe Eurofarma, sete vezes campeã da Stock Car.

A primeira corrida está marcada para às 11h e a segunda às 12h02, ambas com transmissão ao vivo pela SPORTV.

 

Confira o grid de largada completo da primeira corrida.

 

1 – Gabriel Casagrande

2 – Thiago Camilo

3 – Cesar Ramos

4 – Lucas Foresti

5 – Felipe Fraga

6 – Guga Lima

7 – Daniel Serra

8 – Felipe Lapenna

9 – Nelson Piquet

10 – Guilherme Salas

11 – Marcel Coleta

12 – Gaetano di Mauro

13 – Allan Khodair

14 – Valdeno Brito

15 – Rafael Suzuki

16 – Cacá Bueno

17 – Ricardo Zonta

18 – Bia Figueiredo

19 – Rubens Barrichello

20 – Júlio Campos

21 – Bruno Baptista

22 – Atila Abreu

23 – Max Wilson

24 – Diego Nunes

25 – Galid Oldsman

26 – Raphael Reis

27 – Ricardo Maurício

28 – Tuca Antoniazzi

29 – Denis Navarro